Biografia

Sr. Carlos Agostinho e Maria do Socorro
Presidente e Vice Presidente TML

O Grupo Cultural Recreativo e Desportivo Tata Mai Lau Timor, nasceu em 1984 em Portugal, cidade de Setubal por Sr. Carlos da Graça Agostinho e Maria do Socorro Pereira da Silva Agostinho juntamente com a comunidade Timorense em Setubal.

O nome  do grupo representa o Monte Ramelau em Timor ou em tetun foho Tata Mai Lau, a montanha mais alta do Pais com 2963 metros de altitude localizada aproximadamente a 120km a sul da capital de Dili. Tata Mai Lau significa "Avo" no dialeto Mambai. Segundo a crença local, quando uma pessoa nativa dessa região morre, seu espírito vai para o alto do Tatamailau. Durante o período colonial era a mais alta montanha de Portugal, e hoje o Tatamailau é o ponto mais alto de todas as ex-colônias portuguesas.

"As ideias nascem pequenas como luzes minúsculas na noite, ou como estrelas na noite cerrada, que simbolizam a esperança e a crença por um dia de Paz!Elas induzem um destino, com harmonia, sabedoria e desejo. Quando uma ideia cresce, o pensamento ilumina o nosso ser e com ela a obra se multiplica. Foi sempre esta a lógica e a aspiração do Grupo.

Em 1984 em Portugal Carlos Agostinho e sua esposa Maria do Socorro juntaram a comunidade de Setubal a fim de discutir soluções e divulgar a situação do Pais à comunidade internacional para que o Mundo pudesse ter conhecimento da realidade de Timor que era contraria à imagem passada pelos invasores. A necessidade de divulgar e apresentar Timor ao mundo tornou-se uma prioridade.

Atraves da a cultura e tradição timorense, mensagens de apelo ao mundo foram passadas, mensagens de que Timor existe e que os Direitos Humanos jamais existiram desde a invasão da Indonésia em 1975. As inumeras actuações do grupo dentro e fora de Portugal, assim como , Luxemburgo, Suiça  Holanda, Franca, Itália, Estados Unidos da América  Noruega, etc. Mesmo longe do Pais o grupo afirmou-se e contribuiu para a luta e Libertação,  Direitos Humanos e Paz em Timor.

Tata Mai Lau foi um dos Grupos da Cultura Timorense mais conhecido e chamado para representar a Cultura e a Causa de Timor a nivel Internacional pela sua classe, imagem e devoção. O reconhecimento e o esforço do Grupo pela causa de Timor foi seguido pelo Comite Nobel da Paz em Noruega tendo sido convidado para actuar na entrega do Premio Nobel da Paz aos Laureado Bispo D. Ximenes Belo e Dtr. Ramos Horta a 10 de Dezembro de 1996 em Oslo.

A oportunidade de contribuir e participar num evento significativo e decisivo para a Libertação de Timor na cerimónia da entrega do Prémio Nobel da Paz a 10 de Dezembro de 1996 em Oslo/Noruega a José Ramos Horta e ao Bispo Dom Ximenes Belo, foi registada como mais uma missão cumprida, "sentimos que de facto todos juntos conseguimos reunir e fazer chegar a mensagem da Causa Timorense ao mundo e com isso mover ondas de solidariedade!

A União faz a Força, Resistir é Vencer, Patria ou Morte!

Timor Livre e Independente!




Elemento do Grupo Tata Mai Lau
Oxford, 02 de Junho de 2013